Capítulo 38.


Selena Gomez POV.
11h20min PM. 
A forma como seus olhos pincelam cada centímetro da minha pele e célula imperceptível, faz com que um acanhamento variável invada minhas entranhas, estas que são misturadas devido à sensação de medo que tanto me atormenta, ainda que o tempo tenha sido pouco rigoroso em relação aos meus pensamentos. E todo esse momento coberto pelo silêncio, só faz com que eu queira vomitar meus sentimentos de angústia, uma vez eles convertidos à esperança de que Justin, em algum momento propício, apenas dirá que vai ficar tudo bem, independente das sequelas que existem em nosso relacionamento conturbado e bastante bipolar. 
Sinto sua testa e todo o suor que há sobre ela, repousar por cima da minha, nos causando um contato físico capaz de repelir o medo da minha fibra óssea. Me encanto pela curva de seus lábios e a forma intensa que agora há no canto de sua boca, forçando seu hálito quente a se propagar contra a espessura das minhas bochechas cheias, que agora ardem por conta de um rubor menos explicativo. 
— Grávida? — percebo o tempo que insisto em ficar quieta, apenas idolatrando o brilho de seus olhos, ainda que estes estejam próximos o bastante para que um contato visual se torne dificultoso. — Olhe para mim, meu amor. 
Enquanto isso, encaro qualquer canto em que ele não esteja, mesmo sem saber, de fato, o motivo pelo qual me impede de ter uma coisa mais concreta, um sentimento menos abusivo e extenso, quase alcançando a insegurança. 
As pontas de seus dedos puxam meu rosto na direção em que o dele se encontra, e a partir do momento que suas íris café-com-leite observam as minhas tão mais pardas por causa de uma dilatação evidente, consigo ouvir as batidas do meu próprio coração amedrontado. 
— Grávida? — sei que ouvira bem, porém questiona por força do hábito, por surpresa e conforto. Não faço ideia do que rodeia sua mente, mas me sinto uma criança em seus braços, quase implorando por cuidado e carinho. — Diga que esse bebê é meu, que esse bebê é nosso. 
Sinto-me tão mal por perceber que Justin teme que eu corte o laço que há entre nós dois, mas não o culpo por duvidar que, mesmo dentro da minha alma, num local distante e estreito, ainda existe aquela mesma garotinha que ele salvou em uma festa. Eu entendo seu medo, suas dúvidas e remorsos, não poderia julgá-lo por recear, mesmo que seja por 0,7 segundos. 
Minha voz não escapa, não consigo reconfortar seus ombros largos com uma resposta ampla e concreta, almejo dizer que 'sim', gritar sobre nosso filho, apesar dos medos e cicatrizes que existem em mim. Portanto, balanço a cabeça e solto aquele choro que esteve aquecido em meus globos oculares doloridos, quase capazes de derreter por conta das lágrimas que tanto escorregam pelo meu rosto, me transformando numa criança perdida e intimidada. 
— Eu estou com medo. — confesso. 
— Medo? Não tenha medo. — seus braços grossos me seguram, eu afundo meu rosto em seu corpo próximo e confortável. — Eu vou cuidar de você e do nosso bebê. Nunca deixarei nada acontecer ao nosso filho. Eu prometo. — sinto, de forma calma e amorosa, a ponta de seu nariz retocar a minha, diversamente, tal como se isso pudesse me acalmar. — Confia em mim? 
Automaticamente, meu corpo se movimenta e eu anuo num simples gesto ao balançar a cabeça, concordando no quanto confio nele e sei que fará de tudo para me manter bem, segura. 
Sinto meu corpo ser erguido, parando sobre a imensa e gélida pia que estivera por trás de mim, que agora eu me apoio totalmente enquanto sinto as mãos de Justin pressionarem meus quadris; minha respiração parece descompensada, mas me interno no prazer que seus beijos me proporcionam. Adoro quando Justin supre meu cheiro ao aproximar seu rosto de mim; eu me contorço, apoiando minha cabeça no espelho. Meus cabelos molhados recaem pelas costas, frios e pouco ondulados. Suas minúsculas unhas arranham minha pele de modo que calafrios invadem até mesmo a ponta dos meus pés, eu movo todos os dedos e solto uma risada nasal, agradando-o suficientemente para abaixar a bóxer, a única peça que estivera tampando seu corpo. 
Calorosamente, observo Justin lambe a espessura de seus dedos juntos e guiá-los em direção ao meu sexo formigando, tão úmido quanto sua pele que agora acaricia tal região. 
Um gemido escapa, permitindo que ele, ainda com seus olhos presos aos meus, ria certamente, todavia baixo e abrangendo mais e mais dos sons que agora transmito ao senti-lo me penetrar com calma. Uma de suas mãos está apoiada na pia fria, a outra segura meu corpo para que este não sofra movimentos enquanto o seu se gesticula para frente e, posteriormente, para trás. Ainda que suas investidas sejam lentas, ouço seus murmúrios se sobressaírem e debaterem em meu rosto que se mantém calmo o bastante para persistir em deixar ambos os olhos fechados durante os instantes em que minha boca ignora o fato de que não estamos sozinhos. Começo a arranhar suas costas, percebendo sua fina pele vir com os movimentos que faço aos meus dedos, sentindo as poucas gotículas de sangue escorrerem por seu dorso ereto e suado. 
Por um minuto, acho que o perdôo. 

[...] 

Penteio meus cabelos certa de que quando Justin deixar o banheiro, teremos uma conversa sobre tudo, talvez regressamos aos momentos que tanto tentei esquecer, que tanto me motivei a enfiá-los numa caixa velha, fingindo nunca ter os vivido. E isso me deixa nervosa, ando de um lado para o outro, predestinada a não correr do assunto, estar calma e sóbria enquanto ouvi-lo idealizar coisas em que nós dois estivermos juntos, embora eu tema que isso um dia voltará a acontecer. Não quero tornar a ser aquela garota de antes. Além de que, eu jurei a mim mesma que ele nunca me verá daquela forma outra vez, recatada e dependente de sua presença. 
Quando a porta se abre, vejo o louro balançar seus cabelos e espalhar a umidade pelo cômodo fechado em que ambos estamos. Vestira uma velha calça cinza, não havia percebido que a esquecera aqui, sempre adorei os momentos em que o observava descer as escadas correndo enquanto usava apenas tal traje. 
— Que bom que ainda está acordada. — sua voz me parece alegre demais e isso me deixa mais forte do que eu pensei que pudesse estar. — Eu acho que precisamos conversar. 
— Sim, precisamos. — ao me sentar na cama, bato a mão esquerda no colchão ao meu lado. Justin anda sem pressa e quando se senta, encolhe os ombros e me encara com atenção. — Acho que nunca conversamos sobre isso sem que um... Ou melhor, sem que eu crie uma atmosfera hostil. Acho que agora está na hora de falarmos como os dois adulto que nós somos. 
— Amor, eu não sei o que mais posso lhe dizer. — ele me interpreta de maneira simples. E ao pegar minhas mãos, as massageia carinhosamente. — Eu sei que eu errei, sei que fui um idiota com você. Talvez uma ou duas vezes, talvez cem. Mas eu sou carregado por um vazio constante quando não estou com você, é como se nada fizesse sentido. Eu sei que você me ama, e eu te amo também, então por que isso precisa ser tão complicado? Sei que é difícil de você confiar em mim outra vez, mas eu prometo que posso te fizer feliz de novo. Eu farei a coisa certa se você voltar para mim. 
— Justin... — eu suspiro. — Você já me disse isso tantas vezes. — ele abaixa a cabeça, mas em momento algum solta minhas mãos. — Você me traiu, Justin. 
Rapidamente, ele torna a me olhar. 
— Me perdoe por isso, Selena. 
— Eu não sei se consigo perdoar você. Não sei, não é tão simples assim. Eu o amo, mas sempre fico me lembrando daquela mulher e das coisas que eu implorava para que você não fizesse. Você não me ouviu, você esteve com outra enquanto eu estive te esperando durante toda a noite. Vocês terão um filho. 
— Nós também. — sua voz soa invicta. — Nosso filho, Selena. Me deixe cuidar dele, me deixe cuidar de você. 
— Mas e ela? E o filho de vocês? — agora, afasto nossas mãos e encaro um ângulo diferente. 
— Eu ainda não sei o que eu vou fazer, não sei se algum dia eu conseguirei gostar dessa criança, porque no momento eu a detesto. 
— Não fale dessa forma. — peço. 
— É a minha verdade. Não vou mentir para você e dizer que estou animado, que quero esse bebê e que o amo assim como amo Hope e Sky. Eu vou cumprir minha obrigação como pai, ajudar no que for necessário... Mas meus filhos estão aqui, estão nessa casa. Meus e seus. — ao engolir o seco, sinto a palma de sua mão ser repousada em minha barriga. — Eu nunca vou deixar nada de ruim acontecer a esse bebê, nunca. 
Inconsequentemente, seu rosto se aproxima, eu não me movo, o olho até que seus lábios, pouco distantes dos meus, se recompõem num sorriso satisfatório. 
— Volte para mim. — num simples sussurro, sua voz escapou. 
— E-eu, eu... — odeio a maneira como as palavras não saem de mim, se engasgam no meio dos pensamentos aleatórios e melancólicos. — Eu preciso pensar. 
Justin balança sua cabeça, mas não deixa de sorrir. E quando penso que não, sinto seus lábios nos meus, algo que dura por poucos segundos. 
— Eu espero o tempo que for preciso. 
Ele me abraça e eu me sinto tão bem nos braços dele. 

Barbara Palvin POV.
02h00min AM. 
Pela quinta vez, apoio o copo de vidro sobre o balcão, novamente vazio, pedindo outra rodada de tequila. Minha cabeça começara a doer, fazendo com que muitas vezes eu repouse as mãos em ambas as laterais, gritando por dentro, tentando controlar o nervosismo interno que atormenta meus pensamentos vagos. 
— Não esperava encontrá-la por aqui, ruiva. — sua voz não me parece incomum, contudo, viro meu rosto e o azul forte de seus olhos atormenta a visão embaçada que agora tenho. — Sua vida deve estar uma fodida bosta. — ele debocha, neste momento, sentando-se no banco ao lado direito. 
— Não encha a porra do meu saco. — viro minha face e agora encontro o copo cheio, não reparei quando o barman o deixará dessa forma. 
— Posso te pagar uma bebida? 
— Acontece que eu já estou bebendo. — debocho, uma vez que balanço o copo na altura do meu rosto. — Que droga você quer? 
— Nada. — o rapaz ri. — Eu só a encontrei por aqui, me lembrei de que ainda não sei seu nome, ruiva misteriosa. 
— Barbara. — com rapidez, respondo. 
— O que faz aqui, Barbara? Você não aparenta ser o tipo de mulher que frequenta lugares como esse. 
— Não? — solto uma gargalhada alta, tornando a encarar o azul de seus olhos que tanto me encaram. — Que tipo de mulher eu aparento ser, David? Estou dentro de um padrão? Confesso que preferia pensar que nada poderia me rotular. 
— Você não vale nada. — suas palavras ecoam sem rancor ou receio. Um sorriso me apossa. 
— Veja se não é o sujo falando do mal lavado. Vamos ver qual eu prefiro ser... — apoio meu indicador sobre o queixo, fechando a feição. — Talvez o mal lavando. Ah, tanto faz, ambos não prestam mesmo. 
David gargalha e finalmente pede algo para beber. Quando vira o álcool, balança a cabeça e pisca algumas vezes, entre elas, o momento em que força meu corpo a um formigamento estranho. 
— Conseguiu o que tanto queria ou ainda está no zero a zero? 
— Eu sempre consigo o que eu quero. — cruzo as pernas num gesto sensual, embora não haja motivos concretos para tal. — É a minha zona de conforto, Henrie. 
— Há uma pergunta que nunca saiu da minha cabeça desde que você me deu o prazer da sua visita. Como sabe tanto sobre mim? 
— Eu sou uma advogada, eu sei tudo que preciso saber, se isso te faz sentir melhor. 
— Advogada? Legal! — ele balança a cabeça e pega uma garrafa com o barman, virando um pouco da bebida em meu copo. — Por que alguém como você precisa tanto ter alguém como ele? 
— Que tipo de pergunta é essa? 
— Você é bonita, ruiva, parece ter um bom emprego. Não acha que está se submetendo a uma idiotice sem motivo? 
— Você não é capaz de fazer tudo pelo que deseja? Essa sou eu. 
— Eu tenho algo em mim chamado "senso próprio", já experimentou ter? Vai gostar da sensação. — beberico a tequila, agora percebendo seu gosto menos forte, mais troçável. — Não sei qual é o seu plano, mas é algo idiota. Sempre é algo idiota. 
— Cale-se! — mando. — Você não sabe o que diz. Aquele cara será meu nem que para isso eu tenha que arrancar cada um de seus membros. Perdi muito do meu tempo para no final ter que vê-lo com aquela sonsa outra vez. Destruo a vida dela, se for necessário. Faço qualquer coisa para conseguir o que eu quero. 
— Eu ainda não sei se você é uma louca ou um gênio do mal. — ambos rimos, parece hilária a situação. — Qual o seu próximo passo? 
— Não sei. — confesso. — Mas farei algo, sempre faço. 
Logo penso na consequências que o acidente de Hope gerou. A intenção não era machucá-la gravemente, embora pouco menos do que isso tenha ocorrido. De certa forma, esperava que Selena culpasse Justin pelo incidente, a perda de memória que a garota obteve foi um critério destinal. Não contava com isso, mas o mundo parece conspirar ao meu favor. 
— Já tentou... Machucá-la? — ele questiona. 
— Selena? — o rapaz concorda ao balançar sua cabeça. — Não acho que seja uma boa ideia se isso não deixá-la morta. — meu tom frio ressurge. — Caso contrário, o idiota do marido ficará lá, se culpando pelo ocorrido e sendo o frouxo que tanto me demonstra ser. 
— Eu percebi algo. — David recorre à tequila outra vez. — Ele parece tão obcecado quanto você. 
— Eu não sou obcecada. 
— Pessoas obcecadas não admitem que são, então não espero que você faça isso. — um sorriso de canto invade seus lábios rechonchudos e meio rosados. — De qualquer forma, eu já teria lhe fodido diversas vezes. — rolo meus olhos, mas ao cortar o contato visual, rio. — Você precisa relaxar, ruiva. — sinto o calor de seu corpo ser transferido ao meu quando, em disparada, sua mão esquerda recai sobre minha coxa desnuda. Aquela música abafada deixa tudo com um tom mais quente. 
Com a mão direita, David balança o copo, movimentando a pouca tequila que ainda há dentro do único. Novamente, existe um sorriso largo em seus lábios, porém dessa vez, algo maldoso e com coragem o suficiente para livrar minha boca dos inúmeros fios do meu cabelo vermelho. 
Na manhã seguinte, minha cabeça parece destroçada. Seu corpo está jogado ao lado direito da cama, despido e calorosamente exausto para notar quando visto minhas roupas e vou para casa. 

Selena Gomez POV.
Quarta-feira, 03h29min PM. 
Faz um tempo que Ashley insiste em me olhar, apesar do silêncio estranho estar entre ambos os corpos por trás da mesa, no centro e ao redor de diversas outras neste restaurante. Nunca pensei que em algum momento, estaríamos assim uma com a outra. Nunca pensei que eu pudesse não saber o que falar a minha melhor amiga que sempre teve tanto a me dizer. Entretanto, encaro os talheres sobre a mesa, ao lado do prato vazio, à espera dos pedidos que fizemos assim que chegamos ao estabelecimento. 
— Então? — sua voz me acorda, eu balanço o corpo devido ao susto. — Você está bem? — Ashley pergunta no segundo em que me observa beber água de forma desesperada. — Eu te liguei porque acho que precisamos conversar mais. 
— Eu sei. — enfim digo algo desde que me sentei aqui. 
— Por que está se afastando de mim, Selena? Eu fiz algo de errado? 
— Você não fez nada além de sempre demonstrar seu apoio, apesar do gênio difícil de lidar. — por impulso, gargalho, percebendo que ela faz o mesmo. — É que... Ashley, eu não queria que você me achasse uma idiota. 
— Do que você está falando? — por me sentir insegura, olho todas as pessoas, menos ela. — Do que exatamente você está falando? 
— Sobre mim, sobre ele. — minhas palavras ecoam exaustas do mesmo assunto. — Eu sei o que você acha sobre isso e sobre o fato de eu sempre me entregar para ele, no final. Mas não quero que você pareça decepcionada, pois eu tento, eu tentei. A nossa situação é complicada, eu queria conseguir me afastar, mas eu sempre vou querê-lo. — finalmente, sinto o choro se aproximar. Nunca tive vergonha de chorar na frente de Ashley, mas agora tudo parece diferente. — Eu não consigo dormir, eu não consigo fingir que isso não me machuca. Nem o tempo consegue me fazer parar de amá-lo. Isso é tão forte. Eu o amo desde a primeira vez que o vi, e faz um tempo desde que isso aconteceu. Meu coração acelera, eu tenho medo de perder isso. A verdade é que mesmo que eu tente afastá-lo, uma parte de mim sente medo que ele aceite isso e finalmente me deixe. É tão egoísta, eu sei, mas... Eu não aguento mais ficar sem ele, Ashley! 
Ela sorri de lado e inclina seu corpo para conseguir repousar sua mão sobre a minha. A expressão facial que a loura transfere é de longe a mais confortante que eu poderia encarar no dia, tão calma e compreensível. 
— Ei, eu não te acho uma idiota. — ela diz, completamente sensível às lágrimas que permito escorrerem pelo meu rosto. — Você é uma boba por pensar em algo assim. 
— Mesmo que eu... 
— Mesmo que você sempre volte para ele no final. Na verdade, acho que isso é o que precisa acontecer. Sou sua amiga, eu vou te xingar quando for preciso, vou querer te bater, mas sempre vou apoiar suas decisões e se o melhor para você é estar com ele, isso também será o melhor para mim. 
Depois de alguns segundos em silêncio, pensando no que dizer a ela, eu finalmente conto aquilo que tanto treinei fazer durante o caminho: 
— Eu estou grávida. — penso que Ashley arregalará seus olhos e desviará tamanha atenção, mas me engano quando percebo que seu sorriso ainda existe no canto de sua boca. — De duas semanas, talvez três. 
— Você o perdoará? 
— Eu acho que... Sim. Eu quero ficar com ele, não posso fingir que não sinto falta, porque eu sinto e isso está quase me deixando louca. 
— E quanto ao Pierre? 
— O que tem ele? 
— O que sente? 
— Não sinto nada por ele, sinto pelas coisas que ele faz para mim, como, beijar as costas da minha mão, ou abrir a porta do carro para que eu desça. 
Ashley me encara por algum tempo, sei que deseja perguntar algo relacionado ao motivo pelo qual tudo isso está acontecendo. Sei que isso atormenta seus pensamentos, porque atormentam os meus também, atormentaram durante a noite passada enquanto eu me revirava na cama e sentia a respiração calma de Justin fluir ao meu lado esquerdo. Eu pensei tanto e cheguei à conclusão de que sempre o perdoei, mesmo que em uma quantidade pequena e quase imperceptível. Eu o perdoei durante as vezes que admiti amá-lo todos os dias e não só às vezes. O perdoei quando me deitei ao seu lado e deixei com que nossos corpos suprissem o mesmo calor, o mesmo grau de importância. No fundo, eu o perdoei desde o primeiro pedido de desculpa. Eu só queria correr e me aconchegar em seus braços, ouvi-lo dizer que é meu assim como eu sempre fui dele. 
— E Barbara? E aquela gravidez? Como será isso? 
— Se ele... Se ele achar melhor cuidar do bebê, eu vou aceitá-lo. 
— Oh, Selena. — ela suspira pesadamente, talvez surpresa com o que falei. 
— A criança não tem culpa de nada, além de que, aquela mulher não deve saber como amar alguém. Ela não poderia ser uma boa mãe. Eu vou aceitar esse bebê, eu posso cuidar dele. 
— Você é a pessoa mais incrível que eu já conheci. Eu não conseguiria fazer isso. — ela balança a cabeça e acaricia as costas da minha mão sobre a mesa. — Eu não conseguiria cuidar do filho da mulher que basicamente destruiu a minha vida. Mas é isso que te torna melhor. Você definitivamente é a melhor pessoa que poderia existir. Talvez seja por isso que ele te ame tanto. 

Justin Bieber POV.
À noite, 08h30min PM. 
— Papai, eu não quero mais ser uma modelo. — diz Sky, sentada ao lado de Hope, esperando com que eu termine de recolher minhas coisas. 
— Não? — tento dar a ela toda a minha atenção, mesmo que eu esteja eufórico à procura das chaves do carro. — O que você quer ser, então? 
— Uma cantora. — a lourinha ri. — Ontem à tarde, eu e a tia Ashley estávamos vendo um show da Christina Aguilera. Quero ser como ela. Ela é incrível e tão linda. 
— Hope quer ser princesinha. — diz a menor, encarando seu braço engessado. Isso é uma grande novidade para ela. — A Hope pote ser uma princesinha, papai? 
— A Hope já é uma princesinha. — falo contente por finalmente encontrar o que tanto procurei, por inúmeros minutos. — Vamos para casa? 
— Você vai tormir com a gente e a mamãe? — a garotinha questiona durante o tempo que Sky a ajuda descer da poltrona alta. 
— Não, amor, hoje nós vamos para o apartamento do papai, tá bom? — ambas balançam as cabeças. — E o papai tem uma coisa para contar. 
— O que é? — pego Hope no colo quando Sky pergunta. Ela segura a mochilinha rosa com ilustrações de porquinho. 
— A mamãe tem um bebê na barriga dela. — meu tom soa tão feliz, eu me sinto bem por pensar nisso. É como se isso pudesse nos dar uma segunda chance. Como se isso fosse a solução dos nossos problemas. Nosso filho. 
— Um bebê? — Hope sussurra. — Mas e o bebê ta Barbara? 
— A gente vai ter dois irmãozinhos? — Sky ri. — Que legal! Eu vou gostar muito, mesmo que a Barbara seja a mamãe de um deles. A gente tava com muito medo de você nos esquecer, papai. 
— Vocês são minhas favoritas, eu não me esqueceria jamais. — volto a repetir, estamos caminhando para fora da sala. — Vanessa, eu já estou indo. 
— Tudo bem. — ela continua encarando o monitor de seu notebook. — Deseja algo? 
— Eu queria que vocês... — olho para trás e encaro Yovanna, esta parece atenta às palavras que surgirão em minha garganta. — Que vocês avisassem que farei algo em meu apartamento no fim-de-semana. É o meu aniversário, então eu queria vocês lá. — a morena por trás ri feliz, satisfeita com o convite. — Convidem o Lil, Jake, Dani, o Scooter, Cara... O Austin. — dessa vez me refiro à Vanessa, encarando-a atentamente. 
— Certo. 
— Bom, tenham uma boa noite. — Sky e Hope acenam à Vanessa e Yovanna durante o tempo que gastamos para andar e adentrar no elevador. 
Recebo um torpedo de Ryan, pedindo para que eu, após saísse da empresa, passasse em sua casa, pois ele precisa me dizer algo. Isso me deixa preocupado e parcialmente curioso. E ao chegar lá e encarar seus olhos quase desmanchados, me sinto estranho. 
As garotas vão brincar num local distante da casa, provavelmente com Ashton e Riley, que são monitorados pela mãe de Ashley, hoje presente, mesmo que Ryan também esteja. 
— Eu te chamei, porque eu acho que você precisa ver uma coisa. —ele fala enquanto caminhamos pelo corredor estreito do segundo andar, indo diretamente ao último quarto do mesmo. 
— Você está me assustando. — no momento que digo, o louro empurra a porta e adentra no cômodo, forçando-me a fazer o mesmo. 
— Veja isso. — observo suas mãos se esticarem quando carregam um envelope amarelado, quase numa coloração creme. 
— O que é isso? — mesmo perguntando, meu amigo espera com que eu retire o que de fato há dentro do que seguro. E ao encarar as fotografias em mãos, sinto meu estômago ser revirado dentro de mim, machucando cada um dos meus músculos. — O que significa isso, Ryan? Que droga é essa? 
— Isso é como a Selena soube sobre você e Barbara. Ela recebeu essas fotos. — eu as folheio, cada vez mais incrédulo e surpreso. — Por um acaso você não se perguntou como ela descobriu sobre isso? 
— É claro que eu me perguntei, talvez até hoje eu me pergunte, mas não tive coragem de questioná-la sobre isso. Eu me sentiria um idiota. — por um instante, encaro uma das imagens, reparo meu corpo largado na cama bem ao lado do de Barbara. — Quem tirou essas fotos? 
— Justin, eu fui ao apartamento da Barbara hoje, porque me fiz essa mesma pergunta. Ela não estava. 
— Ela trabalha comigo, eu disse. 
— Isso não importa. Eu fui recebido, ela não mora sozinha, mora com a melhor amiga. E se eu estiver certo, foi essa mulher quem tirou as fotos. Portanto, se minhas conclusões estiverem coerentes, fora ela quem as enviou à Selena. 
Passo as mãos pelos cabelos quando jogo as fotografias sobre a mesa, evitando olhá-las. 
— Não acho que Barbara não saiba sobre essas fotos, não acho que ela seja uma vítima. Na verdade, penso que desde o começo a intenção dela era essa. Destruir seu casamento. 
— Ryan... — me faltam palavras, eu não sei o que dizer ou pensar. 
— Você tem certeza de que não se lembra de nada daquela noite? Ou melhor, tem certeza de que realmente transou com ela? 
Meu coração acelera, poderia escapar pela minha boca, pois a respiração se encontra amarga e desolada. A vontade de gritar é tanta, mas eu começo a me questionar o mesmo.
Aquela noite realmente aconteceu? 


Ninguém além de você, além de mim, além de nós. Corpos juntos. Adoraria te abraçar perto de mim, esta noite e sempre. Adoraria acordar ao seu lado. 
PILLOWTALK 

https://2.bp.blogspot.com/-kNvflneYVWo/V13wNbNSc-I/AAAAAAAAJzI/aVttNEAf-mY_yoOaix2li7jCoFPULVnQQCLcB/s200/


ALO ALO  ☤∴
Eu estou atrasada, pois disse que as atualizações seriam às terças e às sextas, porém antes tarde do que nunca. Não consegui terminar o capítulo ontem à noite, mas cá estou. Gente, acho que faltam três capítulos para o fim de The Last Hope (não acredito), então eu estou super IQHamp;&?@¥€[%#], e espero que vocês também estejam. O PRÓXIMO É O CAPÍTULO EM QUE O JUSTIN DESCOBRE TUDO, ENTÃO, SE SEGUREM. 
Ainda estou terminando de responder os comentários, mas metade já está feito, só irem no capítulo 37 para conferirem (isso é um saco, mas agora terá de ser assim). Digo que o epílogo deve obter de 3 a 5 capítulos, não acho que passe disso. Também queria falar sobre AM, uma fanfic que muita gente vem me pedindo. Eu queria repostar, mas perdi os 6 primeiros capítulos, porém ela não é grande, então quando TLH acabar e eu finalizar com o epílogo, tentarei continuar After Midnight de onde eu parei, do capítulo 11. Logo depois, eu vou parar de vez com tudo isso, infelizmente. Não tenho mais ânimo e postar histórias no blog não é algo bom, vocês perceberam isso, né? Não há como notificar a todos, tanto sobre as respostas dos comentários quanto das novas atualizações. O certo são terças e sexta-ferias, mas eu sempre acabo atrasando às vezes. Nunca dá para atualizar direitinho, mas farei o possível. Então, perto desses dias, deem uma conferida aqui no blog. Se não tiver atualização na terça, com certeza haverá na quarta, assim como se não tiver na sexta, com certeza haverá no sábado. 
Enfim, fico por aqui. Espero que gostem, apesar do capítulo ser "auto-explicativo". Sei que nada aconteceu, pelo menos nada de mais, mas volto na sexta. Beijao.

44 comentários:

  1. Ai mãe, é bem triste pensar que essas criaturas invejosas acabaram com minha felicidade. Por que não tenta postar no wattpad? eu nem sei como escreve e foda-se. Ai eu crio uma conta lá, porque neh. Dai a gente baixa no celular, e recebe notificações das suas historias lindas MAS PELO AMOR DE DEUS NÃO DESISTE DE MIM.
    Nem sei se você sabe quem é aqui, mas ta tudo bem, ta tudo ótimo, pelo ao menos eu encho sua história de snaps, sempre. 💜
    Eu to felizona pelas coisas terem melhorado para eles, adoro! Ai agora Justin descobre, nenenzinho nasce e todos nós ficamos felizes.
    Eu adoro essas crises de ciúmes dele desde sempre, é muito bonitinho ele batendo nas pessoas, meu Deus, me segura.
    Mas enfim, faltam só dois capítulos ? Caraca.
    Meu amorzinho beijos de neon pra você pq eu te amo ta. Tchau 💜👑

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha filha, eu até pensei em fazer isso, apesar de não gostar e nem saber mexer nesse wattpad (que também não faço ideia de como escreve). Mas se eu realmente tiver ânimo para permanecer escrevendo histórias, faço o possível para mudar e ir naquele site. Eu sei quem é sim, adoro. "Pelo menos eu encho sua história de snaps" SOFRI! Gosto assim, enche mais que eu adoro 🌚💕
      Mas ainda acontecerão mais coisas, antes do felizes para sempre, coisas que eu estou super ansiosa para fazer, de fato. Confesso que também adoro Justin ciumento, mesmo que ele saia batendo em deus e mundo. Faltam poucos capítulos sim, talvez foi ou três, e então o epílogo que eu tanto quero.
      Muito obrigada, meu amor, postarei o mais rápido. Beijos, eu te amo mais ❤️

      Excluir
  2. TORE! Sim, sou eu! COMO ASSIM TRÊS CAPÍTULOS?! OMG ESTOU MORTA! Acho maravilhoso vc continuar AM, amo essa fanfic! Esse capítulo está maravilhoso! Selena com Justin, gente, que amor! Ashley foi uma amiga maravilinda pra Sel nesse momento decisivo. RYAN ARRASOU MINHA FILHA! Estou ansiosa para o próximo capítulo e amei ele de vdd! CONTINUAAAA <3 xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESTA BEM PERTINHO DO FIM, ME SEGURA. Ainda não sei de fato quanto a AM, eu vou tentar, porém não prometo nada. Ashley sempre aparece para dar aquela maravilhosa força, não é mesmo? Eu adoro. E o Ryan? Sempre sendo o melhor amigo. de todos.
      Obrigada, meu anjo, postarei o mais rápido possível! Beijos 😍

      Excluir
  3. ESSA É A MELHOR FIC?

    SIM, CLARO OU COM CERTEZA ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO BRINCA ASSIM COM OS MEUS SENTIMENTOS.
      OBRIGADA, MEU AMOR ❤️

      Excluir
  4. Nossa Ryan ta arrasando!!!
    Mds, as coisas estão entrando nos eixos. AMÉM SENHOR
    Uhuuu Justin vai descobrir tudo
    Quero q essa bárbara seja humilhada, peguei nojo dela
    Ta acabando :(
    Capítulo maravilhoso (como sempre ne)
    Haha bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, finalmente está tudo de encaixando. Barbara que se segure. Ela será sim humilhada e muito. Infelizmente tá acabando, mas não vejo a hora, estou bem ansiosa.
      Obrigada, meu amor. Um beijo ❤️

      Excluir
  5. ALOHA TORE 💜
    Confesso que fiquei esperando ontem, seu perfil ja ta na minha pagina de busca do twitter. Aí eu olhei hoje dnv mas tava muito cansada de um teste insuportavel de matemática e só consegui ler agora.
    Eu to tão emotiva (tpm msm) que chorei com esse capítulo. Saudades de jelena nossa, até do Pierre eu tinha esquecido. A Selena finalmente perdoou o Justin, embora por algo que nem memsmo ele saiba que não tenha feito, parece que foi um pedido de desculpas por tudo o que ele fez, cá para nós foram muitas mancadas.
    Ele descobrindo sobre a gravidez dela ♡ fiquei apaixonadíssima.
    Finalmente Ashlena outro otp supremo ninguém supera esse. Ashley melhor pessoa dessa fic só me faz rir e hoje me fez quass chorar.
    Ryan meu crush eu t amo muito!!!!
    Nem acredito que o Justin vai descobrir no próximo, vou ter que controlar bastante meus gritos.
    Três capítulos para o fim???? Que morte horrível dattbayo.
    Obrigada por toda a dedicação, desde sempre 💜

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu enrolo demais para escrever, confesso, mas sempre que não tiver na terça, terá bondai seguinte, prometo. E o mesmo com sexta. Pierre será carta fora do baralho no próximo capítulo, ele só entrou mesmo para causar ciúmes, Jelena endgame e até Selena sabe disso. Eu resolvi fazê-la perdoar ele, porque assim ela estaria "provando" que o ama, pois apesar de ele não ter a traído, é o que todos pensam, inclusive ela, certo?
      Ashley e Ryan sempre sendo os melhores amigos. O que seria de Jelena sem esses dois? Dois burros, por sinal. E sim, a fanfic está acabando finalmente. Estou ansiosa, mesmo que eu saiba que sentirei saudades de escrever para vocês.
      Eu que agradeço por todo o apoio. Obrigada mesmo, meu anjo 💕

      Excluir
  6. MULHER VOU TE CONFESSAR Q EU NÃO VIVO SEM TUAS FIC. É SÉRIO,SUA ESCRITA É DEFERENTE SEI LÁ, AMO AINDA MAIS POR SER JELENINHA NEU OTP. CONTINUA LOGO VIU LINDA, TÔ ESPERANDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E EU NÃO VIVO SEM VOCÊS, PRONTO FALEI! EU FICO TÃO FELIZ POR LER ISSO, NEM SEI COMO TE AGRADECER. OBRIGADA MESMO, MEU ANJO!
      VOU CONTINUAR LOGO.

      Excluir
  7. TORE ❤

    Minha vida virou atualizar esse blog a todo momento esperando por um Cap dessa fanfic maravilhosa scrr

    Ryan é o melhor sim ou claro??? Eu amo esse garoto com todas as minhas forças scrrr eu fiquei muito emocionada com a parte da Selena conversando com a Ashley ((melhor pessoa)) existe coisa mais preciosa que essa Selena Gomez?? Senhorr ela dizendo que perdoa o Justin ❤
    O Justin no próximo descobre tudo? Seguraaaaa hahahaha
    Eu não acredito que já tá chegando ao fim �� eu não vou superar essa fic nunca nunca mesmo pois essa é a melhorr (fatos)❤

    Tô muito louca pro próximo o mais aguardado na verdade hahaha bjbsjbsj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MINHA FILHA, VOCÊ ME ABRAÇA!
      Ryan realmente melhor pessoa, a mais sensata e inteligente da história, apesar de Selena Gomez ter esse coração enorme, que mal cabe no peito. Agora entendemos Justin Bieber, claro. E sim, ele descobrirá no próximo, se tudo der certo, amém. Sou muito de enrolar, porém acho que dessa vez as coisas serão desmascaradas logo. Estou ansiosa pelo afim, apesar de pensar que sentirei muita saudade dessa história. Obrigada, meu amor, por todo o apoio e pelas outras mil coisas.
      Um beijao ❤

      Excluir
  8. VC SÓ ME ARRASA GAROTA!
    TO CHOROSA...
    primeiro vamos começar com vc pq vc é oq importa nessa bagaça,suprema de todos.
    eu te entendo e também sei como é estar desmotivada,não querer mais fazer isso,então let you go(cadê os emojis chorando quando eu preciso nesse momento?)
    não sei me despedir,ah tore vc virou uma melhor amiga pra mt gente aqui,sempre tive vergonha de falar mas meio que eu me sinto próxima de vcs com seus comentários e a atenção que vc dá a todo mundo,vc foi a minha primeira referência de autora naquele site,eu nem sabia como funcionava isso,tudo começou com vc e hoje eu dou graças aos likes de htbahb e ao seu trabalho,hue,por a sua fanfic ter sido a primeira pq imagina eu começar por aquelas bostas do Faustão com a Selena e com deus e o mundo,EU LI ALGO DE QUALIDADE MINHA GENTE!
    eu sempre fui apaixonada por leitura e vc me mostrou outras portas pra ela também,eu só espero que vc fique bem pq olha MOLIER EU FIZ UMA CONTA NISSO AQUI NEM SABENDO COMO MEXIA POR VC VIU SZ
    eu sempre falo algo meio hilário pra cortar a bad pq odeio bad mas agora eu to séria e quero ficar na bad daqui a alguns minutos eu falo bosta de novo,é natural hihi.
    só me diga uma coisa,aonde eu vou arranjar fanfics prestantes pq até então as únicas boas que eu li mas que nem se comparam a sua foi oneshot linda,grande bosta,nasci pra sofrer,todas as autoras que tipo eu comento são umas escrotas,só vc entende minhas perguntas(tenta sz)e só vc responde todas elas,sempre que eu comento eu já vou falando``ai cadê a powergirl nesse momento``pq assim como eu te faço rir com meus coments,acredite que eu rio mais ainda com os seus,ah e se a autora não é legal,tem umas que são simpáticas mas miga simpática é minha tia,não vc amor...olha não dá mais,EU GOSTO DE GENTE DAS QUEBRAS LOKA PQ É NOIS Q VOA IGUAL VC.
    aonde agora eu vou conseguir todos os bordões fazendo inveja pras minhas amigas quando eu começo a falar...vc e suas fics são meu assunto no intervalo agora eu só vou falar de vc pra lamentar mesmo(parece dramatismo demais mas eu to falando a verdade)
    ah e am ngm liga para aquela fic,se for pra escolher a última depois do epilogo,escolha borderline,eu sou apaixonada por aquela fic,por favor continua com ela nem que tenha poucos capítulos,escolhe elaaaa,não aceito ``ñ`` como resposta,vc já tirou sbu da minha vida e até hj eu sou revoltada e lembro dela,não tire borderline tbm poxa...sd vc não quiser fazer eu tenho oura ideia,ME MANDA OS CAPS DA FIC,SÓ EU LEIO OU SÓ POSTA PRA MIM,EU PROMETO Q VC NÃO VAI SE ARREPENDER,VOU SER UMA ÓTIMA ÚNICA LEITORA!
    acho que vou sair daquele spirit vc é minha única motivação lá,depois que essa fic acabar e tals,oq vai ser de mim?e os finais de semana que eu não tenho nada pra fazer ou tenho enfim mas eu acabo entrando e lendo e ai eu sempre to comendo alguma coisa pra ler,nss é uma sensação tão boa EU Ñ ESTAVA ERRADA VC SÓ ME ARRASA MESMO mas a gente supera(nunca vou superar).
    pra finalizar sobre vc,eu espero que vc siga novos caminhos,com seu maravilindo jeito de alegrar a população e que vc seja ESCRITORA(nunca irei desistir)e que vc conheça nossos ídolos e os seus,é claro.e nunca desista de algo que vc ame mt pq eu sei que vc vai cair mas sempre se levantar e ainda melhor,parabéns por ser quem vc é!(não digo isso pra td mundo,me ame)
    agora diga,eu sou a melhor leitora dessa bagaça ou não sou?UHUML!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou olhando para o teclado sem saber o que dizer, só sentir, apenas sorrio que nem uma boba aqui, pensando em mil coisas que possa dizer agradecendo por esse apoio todo. Literalmente, completamente, totalmente, sou sortuda por ter tido a chance de conhecer pessoas como você e por ter feito-as lerem minhas histórias que sempre foram um das coisas mais importantes para mim (de fato), juro. Ter tido a conta banida (outa vez) foi uma das piores sensações, mas estou tentando pensar no lado bom (apesar de talvez você não saber qual seja, eu realmente sei). Não que eu esteja desistindo de tudo isso de maneira fácil, ou que eu tenha perdido a vontade de permanecer aqui escrevendo para vocês, o problema é que eu estou perdendo o meu tempo (que já está indo embora) com algo que está sendo excluído sem o menor respeito. Eu acredita que mesmo após meu término nas histórias, elas continuariam lá para as pessoas lerem, mas me enganei DE NOVO, portanto, realmente acho que está na hora de eu me "aposentar", mesmo gostando muito de escrever, mesmo tendo mais ideias para enredos, mesmo com tudo e outras coias. Eu sempre tentei ficar perto de vocês, sempre tive medo de alguma achar que eu tenho sido ingrata e tudo mais, pois eu não sou, eu sou agradecida por todo o apoio que sempre recebi tanto cá quanto lá no ss. Vi muitas pessoas virem até mim, me reconfortarem, hoje eu nem sei se estive chorando pelas fics que perdi ou pelo apoio que recebi das pessoas que as liam.
      Eu queria poder te dar um abraço agora, minha filha, para você ter noção do quanto eu te amo, de verdade mesmo. Do quanto eu sempre amei o tão de você ter me acompanhando, me incentivado e tudo mais. É gratificante e incrível. Vou sentir muita falta, mas realmente estou disposta a acabar com essa minha fase de escrever fanfics, porque eu tornei isso um pião ao redor da minha vida, não é algo saudável. Quando a AM e Borderline... Eu não vou postar Bord., pois faltavam muitos capítulos, ela não era uma história pequena e como eu disse, preciso parar de escrever o quanto antes. Então, realmente me desculpe.
      Obrigada mesmo, minha filha, eu estou tão encantada com esse comentário que acho que meus olhos estão vazando, ou é alguma coisa assim. Acho que realmente te amo ❤

      Excluir
  9. O MEU COMENTÁRIO NÃO ENVIOU TODO PQ TINHA LETRA DEMAIS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,SOU FODA ENFIM AI EU REPARTI,BJAO

    TLH
    que capítulo foi esse mané,vc sempre falando merda que foi parado,miga agora que a fic tá esquentando vc me broxa com um coment desse?
    ALIÁS QUE PUTARIA É ESSA QUE NÃO COLOCOU O PIERRE?TÁ DE BRINCADEIRA NÉ?to com sdds dele,meu crush não pode sumir assim.
    to perguntando pra Satanás mesmo oq eu fiz pra nascer um ser chamado Barbara e outro David,olha que tudo era mais fácil quando os únicos problemas era a Vanessa mesmo,aiai viu.
    to sentindo no sangue corre nas minhas veias que essa festa de niver vai ser BAPHO.
    até que enfim o Jus tá enxergando as coisas e esse negócio de ainda se perguntar se não dormiu,MIGO PARE SEU IDIOTA VC QUER OQ,QUE EU DESENHE PQ IMAGEM JÁ TEM PRA PROVAR,não aguento mais essa burrice,nem nascendo de novo resolve,tadinho...
    não tenho mt oq falar pq no próximo capítulo meu comentário vai bombar,EITA CHUBREGA.
    ashlena tão lindo lindo,sz.
    bjim bji,powergirl.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O BLOG TEM ESSE PROBLEMINHA MESMO, É UMA DROGA, INFELIZMENTE. TUDO UMA DROGA.
      Ah, sei lá, fico com medo de vocês acharem o capítulo meio bosta mesmo, mas se você gostou, melhor ainda, fico happyzona da vida! Pierre será carta fora do baralho, eu disse que ele não seria tão relevante assim, shippamos por pouquíssimo tempo, alo.
      David não tem importância aluma na história, minha filha, e a máscara da Barbara cai no próximo, se tudo der certo e Deus quer que dê. "Olha que tudo era mais fácil quando os únicos problemas era a Vanessa mesmo", melhor frase, claramente. Talvez aconteça algumas coisas sim na festa de niver do Justin, ele que se segure.
      Justin é meio tapado, mas agora ele está percebendo as coisas, graças a Deus Ryan Butler existe, não é mesmo? Senão, esse casal estaria perdido, com esperança só no nome da história.
      ADORO! Postarei o mais rápido, minha filha, muito obrigada. Beijão. ❤

      Excluir
  10. ALO TORE. 💙
    Estou morta com este capítulo, na verdade, eu morro com cada capítulo seu desta fanfic maravilhosa.
    A REAÇÃO DO JUSTIN FOI A MELHOR, EU AMO ESSE HOMEM, QUERO UM PARA MIM, POR FAVOR DEUS NUNCA TE PEDI NADA! E Selena falando que o vai desculpar, VOCÊ VAI SIM! Duas pessoas não são destinadas à toa, então volte para esse homem o mais rápido possível.
    Eu vi no seu twitter que Bárbara está grávida, S O C O R R O! Não pode, queria tanto engravidar que olha, aconteceu, pena que não é do Justin. 😂 Ela só está se afundando, E QUANDO ELA CAIR EU VOU RIR MUITO.
    JUSTIN VAI DESCOBRIR NO PROXIMO CAPITULO? QUE VONTADE DE BEIJAR O RYAN AGORA. 💛 Finalmente tudo está voltando ao normal, e eu estou amando isso! GRITEI quando ele falou todo contente para as garotas que Selena está grávida, reli essa cena mil vezes. Ele é tão apaixonado por ela, amo tanto isso, pois é assim que eu imagino eles os dois na realidade mesmo. Selena por mais que tente se afastar não consegue, e o Justin faz tudo para a ter por perto. EU AMO ESSE CASAL. REINA HOLLYWOOD E ARREDORES!
    Estou tão ansiosa para o próximo capítulo, que você nem imagina. Amanhã tenho prova e vou sair de lá de mente relaxada ao me lembrar que terei capítulo de tlh.
    O comentário ficou pequeno mas enfim, é aquele ditado: FAZER O QUÊ NÉ? Eu estou sem cabeça para comentários ou fanfics hoje. Li uma e fiz um comentário bem pequeno apenas para não deixar passar, e falei que ia escrever, mas menti, não escrevi nada. Capítulos só depois de Terça-feira. sos.
    ATUALIZE LOGO, QUEEN! Beijos. 💓

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JUSTIN É MARAVILHOSO, AO MESMO TEMPO QUE É UM IDIOTA, ELE É COM CERTEZA O MELHOR MARIDO QUE ALGUÉM PODERIA OBTER, NÃO ACHA? Ela já está com esses planos de voltar, Selena é uma safada, minha filha, claramente fatos!
      Pois é, ela está, pelo menos, ficou grávida nesse capítulo e nem foi na intenção, foi realmente por descuido e por cair na laia do David de "você precisa relaxar, ruiva", ela relaxou LITERALMENTE. JUSTIN É UM LOUCO APAIXONADO MESMO, FICA TODO BOBO SÓ DE PENSAR QUE TERÁ MAIS UM BEBÊ COM A RAINHA, acho digno tem que correr atrás e amar mesmo. São destinados um ao outro, não vê quem não quer.
      Seu comentário está ótimo, não se preocupe, o amei como amo todos, só para constar. E posta RB logo, sim, eu estou louca por essa história e quero toda hora. Muito obrigada, Melinda, postarei logo. Um beijo. ❤

      Excluir
  11. CHEGUEI, ME SEGUREM!
    Antes de mais nada, eu quero te dizer que esse blog está lindo e está mostrando o quanto você se importa com suas leitoras e essa fanfic. Ela é maravilhosa, você é maravilhosa e eu te admiro demais, menina, céus, quero ser igual você quando eu crescer.
    Bom, primeiro eu vou falar sobre a MINHA HOPE, alo galera, vocês são iludidas demais, assim não dá para conviver. Mas enfim, eu fiquei tão chocada e tão brava com o ato da Barbara, não eh possível que alguém seja tão cruel a esse ponto. A Hope eh apenas um bebêzinho e eu to pasma com a forma tão agressiva que ela se machucou, eu imaginei a cena toda na minha cabeça e isso cortou meu coração em mil pedaços. Eu claramente sou a Selena nessa fanfic, eu não sei quando defender o Justin, porque as vezes ele age como se fosse um salame, uma lesma e eu sei que ele não eh. Como uma pessoa não eh capaz de pensar na situação num todo e perceber que uma criança não se machucaria dessa forma sozinha? Nossa, alguém soca a cara dele, pelo amor de deos. Ryan sempre sendo o melhor amigo de todos, gente eu amo ele nessa fanfic, eh um completo arraso e essa Ashley só me enche de orgulho, quero ser filha deles, me segura. Melhores pessoas mano, sem contar com esse grupo de amigos que vão visitar a Hope no hospital. Eu amo essa família enorme que eles são, sério, melhores cenas. O jeito que a Sky trata a irmãzinha me faz querer morrer, eu e meu irmão eh só patada, mentira, temos nossos momentos 'irmão ajuda o outro' mas eh RARÍSSIMO, me socorre. Não quero falar da Barbara, sério, não quero nem falar nada, mas eu a odeio e eu não vejo a hora dessa ridícula sair de cena, n aguento mais.
    Mais que óbvio que eu não vou deixar passar minha opinião sobre o encontro de dois capítulos atrás acho... O encontro da Selena com aquele outro lá, Pierre, é esse mesmo. Eu lia e tentava aceitar sério, tentava ver de uma boa maneira, mas eu só queria que aquilo acabasse. Desculpe miga, eu não gosto deles juntos e bom, ainda bem que isso acabou. Ele é fofo, ok, mas eu não vejo a Selena com outra pessoa sem ser o Justin nessa fanfic, afinal, eles tem uma história e uma família. E MAIS, eu não aguento mais ver o meu Justin sofrendo e se ferrando por um erro que não cometeu, socorro, eh demais para mim. Quero muitas noites de sexo depois, Selena, para recompensar tudo isso.
    Me desculpe por esse comentário tão bosta, eu perdi a manha de fazê-los, era boa antigamente socorro. Eu não sei nem mais o que dizer, sério, me perdoe.
    ps: tem mais no outro comentário, estão dizendo que meu comentário está mt grande, que absurdo eh esse?

    ResponderExcluir
  12. Então, já que me perdi completamente, pularei para parte final onde eu te encho de elogios e acho que lhe devo muito isso. Sabe quantas escritoras fariam o que você está fazendo? Nenhuma. De fato, nenhuma. Eu entendo o fato de você querer desistir, mas sempre tentarei dizer para você não fazer isso, pois tanto eu quanto você sabemos o que isso significa para você.Eu vejo as pessoas te cobrando capítulos no twitter e eu fico “Meu Deus, tem muita gente que aprecia o que ela faz” e eh isso, tem gente que estava no site só para ler suas fanfic e isso eh maravilhoso. Socorro, eu fico feliz por você. Então eu só quero que saiba que muita gente admira e muita gente ama o que você faz, por mais difícil que seja e sempre foi, eu AMO ver o quanto você se esforça para o melhor. Menina, você eh incrivelmente incrível e as pessoas precisam saber o quão boa você é! Esse blog está mostrando que você é diferente, está mostrando que não há quem se compare. Parabéns, amor. Eu fico tão maravilhada por ver o quanto você se compromete com o que faz e com aqueles que te admiram. Muitas pessoas te admiram e AMAM seu trabalho. Eu sei que foi completamente horroroso ser banida uma vez e pela segunda vez então, isso é o cúmulo, mas sem voltar a falar sobre isso, você está aqui! Está postando no seu blog, está se sentindo confortável, te vejo tão animada apesar de tudo e me sinto feliz... Eu lamento pelo trabalho perdido, mas você sabe que tudo sempre será lembrado, sempre mesmo. Obrigada por não desistir, mesmo que essa seja a última história a ser postada, obrigada por fazer questão de finalizá-la e por ser uma autora tão excepcional. Definitivamente a melhor de todas. Não sei mais o que dizer, novamente, mas você sabe tudo que eu penso a seu respeito e sabe que são apenas coisas boas. Me desculpe, me desculpe mesmo por não estar sendo uma amiga mais presente, uma amiga que te apoie mais, eh só que eu me perdi igual você, eu tive meu trabalho perdido igual você. Mas eu estou sempre aqui e sempre estarei para te ajudar. Apesar da distância agora criada e eu não falo só literalmente, eu me lembro de você todos os dias e eu estarei aqui para você e por você todos os dias, lembre-se disso sempre, falo sério.
    Enfim, meu amor, eu amei tudo, sempre amo e você continua arrasando. Uma vez rainha, sempre rainha. Parabéns e obrigada por continuar nos proporcionando algo tão maravilhoso. Um beijo, eu amo você demais!!!

    ResponderExcluir
  13. Eu tive que vir dizer que: eu amo de mais essa historia e esse capitulo esta morando no meu coração agora. O jeito que o Justin ficou todo bobo em saber que terá outro filho com a mulher que ama ME deixou boba. Enfim, volte logo, beijos e beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justin é realmente um louco apaixonado, pensar que terá outro bebê com a mulher que ama de longe foi algo maravilhoso na vida dele. Pois já voltei, corre lá! Beijao ❤️

      Excluir
  14. TORE EU TE ACHEI. NÃO ACREDITO QUE TE ACHEI. TAVA DESESPERADA SEM SABER O QUE ACONTECEU, EU VIAJEI E QUANDO VOLTEI C NÃO TAVA MAIS LÁ, MEU CORAÇÃOZINHO APERTAR TANTO.
    Não acredito que eles tiveram o disparate de banir você. Tá errado, mds do céu close muito errado da parte deles. Amo tanto suas histórias que deu aquela dorzinha básica ao ler que você se sente desmotivada. Vou pedir aos céus para que isso passe, mas tudo ok. Eu te entendo demais e só posso agradecer. Suas fanfics estão com toda a certeza dentre as melhores fanfics, não só Jelena como no geral que eu já li até agora. Você pode não lembrar de mim, mas eu sou a Cat. Eu comentava todos os dias em que você postava. Eu te acompanhei lá e agora te acompanharei aqui. Você não é apenas uma autora de fanfic Jelena, gata. Cê mudou nossas vidas e tocou nossos corações com sua história. Desde o momento em que o Justin viu a Selena naquele sofá na festa do Dylan.

    Bjs,
    Cat.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU AINDA TO TENTANDO LIDAR COM O OCORRIDO, APESAR DE JÁ TER SUPERADO. HÁ PESSOAS INVEJOSAS DEMAIS NAQUELE LUGAR, MISERICÓRDIA.
      Infelizmente não tenho mais pique para isso, não depois de ter todas as minhas histórias perdidas assim. Eu passei anos da minha vida as escrevendo, não foi algo que somente passei para o word e postei, gastei dias, meses, anos, literalmente. Então, realmente ainda não sei o que fazer, estou desmotivada, mas a vontade de escrever é tanta que me sinto confusa.
      Obrigada por me acompanhar, meu amor, sou honrada por ter pessoas tão especiais como você, que me motivam e me impulsionam a seguir em frente apesar dos apesares! Eu as amo demais, obrigada mesmo.
      Um beijao, amor ❤️

      Excluir
  15. Tory sua linda ,que bom quê você não nos abandonou,sério você é uma das melhores ,se não a melhor escritora de fic que eu já vi .

    Você não sabe quem eu sou e tal, mais você teve um importante papel na minha vida.Em um momento que eu achei que nada importava e a única coisa que eu tinha era amor por esse otp que é jelena ,então eu encontrei o spirit e a primeira fic jelena que apareceu foi IWR e tipo eu li em um dia e ela foi pior que o ópio na minha vida porque me viciou legal e então eu li outras e outras fics suas e a cada dia eu via que você tinha potencial,personalidade,habilidades na escrita e muitas outras coisas ...
    TLH com certeza é a minha favorita porque eu sou a cara da fofura (sqñ) e amo essas coisas de Family e tal.
    Eu sofri na primeiras vez que baniram você do site e sofri agora também .
    O melhor de tudo é que mesmo no chão você consegue ser exemplo para todos dando volta por cima e não se deixando abalar , isso é ótimo pq mostra para o recalque que você é rainha e que nasceu para sambar e pisar nas inimigas.
    Cometario Grande e cansativo mas o que eu quis realmente passar com ele é que suas fics Tem grande importância na vida de nós leitoras (o) e que se você quiser parar um dia que pare por você mesmo e não por que o seu sucesso incomoda outra ou por falta de leitoras,pois sempre vamos esta com você não importa onde seja (spirit,blog....)

    Continua logo sua linda ,ansiosa para ver o Justin rodar a baiana com a Bárbara e descobrir que essa vadia não está grávida

    Ps: ansiosa para os.prox caps de AMN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não consigo abandonar vocês, de verdade mesmo. Eu até penso em desistir de tudo, mas sempre volto! E fico ainda mais feliz por vocês continuarem comigo, não importa o lugar.
      Eu estou tão largada por saber que você leu IWR, que apesar de tudo (da escrita fraca naquela época e da exclusão) era meu xodozinho. Eu queria te abraçar e agradecer por você estar aqui desde o início e não ter desistido de mim ou das minhas histórias. Ainda mais TLH que é no momento minha maior prioridade e "orgulho". Amo ler coisas de família, nunca encontrei fica assim em que Jelena tivessem filhos e fossem casados. Foi uma experiência incrível fazer essa história.
      Muito obrigada por estar aqui, por me apoiar e me impulsionar a continuar escrevendo. Sou grata por leitoras maravilhosas como você. E esta postadinho, espero que goste, corre lá. Beijos, meu amor ❤️

      Excluir
  16. suas fanfics vão fazer muita falta,vc é a melhor escritora que encontrei aq em 3 anos, é triste que existam pessoas maldosas ao ponto disso,eu te acompanharia com suas histórias onde vc posta-se,infelizmente se vc n se senti mais bem pra isso eu entendo,enfim...the last hope é uma das melhores se não a melhor que já li, vc manda muiti bem,to muito MUITOOOO curiosa pra saber oq vem por ai, tore vc é uma escritora muito boa,aposte nisso, quero essa nojenta da barbara sofrendo e quero cap rápido please :) vamo que vamo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu vou sentir tanta falta de escrever e postar para vocês, de verdade mesmo. Foi uma sensação maravilhosa desde o começo. Esses dias estive pensando numa história nova, começar do zero sem respostar nada, mas bate aquele desanimo por pensar ter perdido tudo que havia conseguido em quatro anos escrevendo fanfics. É lamentável! De qualquer forma, eu sou tão agradecida que nem sei o que falar. Obrigada mesmo, meu amor.
      Já está postado, um beijo ❤️

      Excluir
  17. Oi linda! Espero que esteja bem... A tortura da separação desses dois está acabando.Amém! E eu fico tão boba! Dizer que amei o capítulo é meio óbvio. Mas o que mais me deixou maravilhada foi o apoio da Ashley. Que lindas! Meu sonho é ter uma amizade assim... Eu amo tanto TLH, acho que se eu chegar na velhice irei lembrar da sua história. Talvez você não tenha a dimensão do que sua história pode causar em alguém que ame ler, que quer se distrair dos problemas rotineiros, que chega cansada do trabalho ou que simplesmente precisa ler histórias como essas pra continuar acreditando no amor.Você tem um dom lindo de criar histórias que nos emocionam, eu esqueço dos meus fardos lendo cada capítulo. Por favor não desista. Você escreveu nesse blog : " O lugar em que alguém está pensando em você, é o lugar para onde você deve voltar." Nós estaremos sempre pensando em você,então volte sempre que puder pra gente. Estaremos com você em qualquer lugar... Suas leitoras te amam, minha favorita! Deus te abençoe. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou ótima, amor, e você? Essa separação já está para ser finalizada. Finalmente esses dois viverão em paz, felizes enquanto a megera se ferrará bastante, nada menos do que ela realmente merece.
      Não sei exatamente o que é, mas seus comentários sempre mexem comigo de uma maneira inexplicável. Talvez seja a forma como você fala comigo, me deixa tão encantada e feliz que tudo que consigo fazer é encarar o teclado enquanto sorrio como boba. Obrigada por me proporcionar essa sensação maravilhosa, garota. Eu a amo! Eu sempre estarei aqui com vocês, juro. Eu as amo, obrigada de verdade ❤️

      Excluir
  18. Amo tanto essa fic q nem ligo da megera ser minha xará:D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você jura? Fico tão feliz por isso. Muito obrigada!

      Excluir

Seja educada comigo e você terá o melhor de mim!